Como usar as redes sociais do meu blog?

Todo mundo hoje em dia tem perfil em rede social e a maioria acha fácil usar. Mas percebo que existem muitas dúvidas sobre como usar as redes sociais quando se tem um blog (pessoal ou corporativo): quantas vezes postar, o que postar, o que funciona mais em cada rede, e assim por diante.

É comum também tem blogueiro sem blog, ou seja, pessoas que montam perfis nas redes sociais mas não direcionam o conteúdo postado lá para nenhum lugar. Mas se denominam blogueiros convenientemente. E aqui nem vou entrar no mérito dos influenciadores.

Bem, vamos entender como fazer direito o uso das redes sociais e obter retorno com elas.

como-usar-as-redes-sociais

Por que o blog é o principal ponto?

A primeira questão que precisamos entender é que o blog é a casa própria, enquanto as redes sociais são aluguel. Explico: o blog é seu, as regras são suas, você publica e desenvolve o que quer. Você centraliza seu conteúdo, destaca o que deseja e assim por diante.

No caso das redes sociais, estamos sempre na mão dos donos das redes, a mercê do algoritmo e das regras que mudam conforme os próprios negócios, independente de quem passa o dia produzindo conteúdo.

Para se ter uma ideia, um post de Instagram tem cerca de 2 horas de vida. Haja conteúdo para ser visto sempre.

Além dessa questão do “dono da bola”, assim que você coloca links externos, links para vídeos (YouTube) e etc, o alcance das postagens no Facebook caem drasticamente. No Instagram os posts normais não tem links, então o leitor precisa estar MUITO a fim do seu conteúdo para sair da inércia da timeline.

Então, como usar as redes sociais?

Precisamos usar as redes sociais como multiplicadores e isso não quer dizer que devemos replicar ou fazer eco do conteúdo sem nenhuma alteração.

A ideia é conversar com seu seguidor conforme o viés da rede, conforme o que é nativo daquele ambiente. Claro que não se deve, JAMAIS, deixar de lado o perfil do seguidor – o que ele gosta (curte/interage/compartilha) do seu conteúdo e quais são as suas preferências gerais.

No dia-a-dia eu percebo, tanto nas minhas redes quanto nas dos clientes, que o conteúdo do Instagram antige pessoas e gera comportamentos diferentes do Facebook, do Twitter e de outras redes.

Então é fundamental entender a particularidade de cada rede, dos públicos que te acompanham em cada uma delas, testar, testar e testar!!!

Parece simples mas para obter resultados precisa aguçar mais a percepção e estar bem atento ao que está rolando mas sem perder a espontaneidade e naturalidade!

Grande abraço,
Helena Sordili

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *